img_6391.jpg

Você já fez algum curso de empreendedorismo? 

Começou seu negócio na cara e na coragem, sem um planejamento, porque estava empolgada? Ou porque precisava ganhar dinheiro de qualquer jeito? Você sabia que dá para planejar minimamente o seu negócio, quer você esteja começando quer você já tenha começado (mesmo que de sopetão)? E não é difícil!Responde estas 4 perguntas:1º o quê o meu produto ou serviço tem de diferente dos concorrentes?

2º quem é o cliente que compra de mim?

3ª o que eu preciso comprar para produzir?

4ª quanto custa entregar meu produto e quanto ganho de dinheiro com ele?

Perguntas básicas, mas que se você levar a sério vão te fazer pensar um bocado no seu negócio. Responde e coloca aqui embaixo seus comentários. Porque não para aí, tem muito mais para você se aprofundar.

img_6386.jpg

Que tal um evento sobre empreendedorismo feminino onde você ouve histórias inspiradoras e pode fazer perguntas à vontade?

Esse foi o formato do evento que realizamos na Asplande. Fiz a mediação do encontro de empreendedoras maravilhosas: Marcele Porto vencedora do Prêmio Citi Jovem, Danielle Vitoriano vencedora do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios do RJ e as sócias Fernanda e Erika que já foram até entrevistadas na televisão.A participação foi intensa, a quantidade de perguntas e os debates foram desafiadores! Maravilhoso ver cheio um auditório com tantos lugares, com pessoas até em pé.

O sucesso do evento nos trouxe um desafio: de três em três meses vamos realizar um talk show no mesmo formato. A cidade do Rio de Janeiro é carente de eventos deste tipo.

Se você quer participar do próximo evento, gratuito, curta a minha fanpage para receber estes e outros informes com conteúdo sobre empreendedorismo feminino.
Siga em :

 https://www.facebook.com/elenamartinisfanpage/posts/1170358566428697

img_5941.jpg

Agosto chegou! 

Gosto de parar a cada início de mês, rever o que já fiz da minha lista de metas do ano, e alinhar a minha estratégia para os meses restantes. Às vezes dá um frio na barriga, prinicipalmente quando vejo como o tempo corre e que o final do ano se aproxima. Quem presta contas do que conseguiu e do que adiou em termos de sonhos sou eu mesma, e agora que as férias acabaram é que o segundo semestre começa! Eu pergunto: como está o que você desejou para você mesma no início do ano? Mais do que uma lista de tarefas, tem um sonho não tem? E aí, como está esse sonho? Nessa hora eu respiro fundo, e lembro de que cada grande realização que alcancei começou com passos pequenos, começou com sair da inércia e acreditar que é possível. Você sabe onde andam seus sonhos para 2017?